Home Data de criação : 09/03/23 Última atualização : 11/10/17 11:28 / 13 Artigos publicados

Elfos  escrito em segunda 11 maio 2009 10:20

Blog de sonhodefada :Fadas, Anjos, Bruxas,Magos e Seres Misticos., Elfos
Eles são os filhos de Gaia, a mãe natureza, os sidhes (que se pronuncia shee,”chi”) ou o povo das colinas como são chamados e é o nome gaélico para os elfos na Irlanda e nas terras altas da Escócia. Eles vivem preferencialmente de baixo de terra e para se conseguir ver as suas casas diz-se que tem de se caminhar nove vezes à volta de uma colina numa noite de lua cheia e é então que as suas portas se abrem.Os elfos são o complemento masculino das fadas, mensageiros entre este e o outro mundo e tal como as fadas, os elfos desempenham o seu seu papel no equilíbrio da natureza, dançando e tocando instrumentos de corda, enquanto cuidam das plantas e tratam sobretudo da sua fotossíntese, pois são eles quem lidam com o sol. Ás vezes pequenas criaturas todas vestidas de verde e outras, são do tamanho de homens é nos Celtas, cultura nórdica e Gália antiga, onde os elfos são mais representados, eles são, originalmente espíritos da fertilidade e só mais tarde se tornaram seres sobrenaturais, moldados como humanos, mas permanecendo com as suas características feéricas, fossem eles muito belos (elfos da luz) ou extremamente feios (elfos negros). Eles eram adorados nas árvores, montanhas e toda a natureza e esta crença em elfos ou seres sobrenaturais é universal, pois não existe qualquer raça que nos seus tempos primitivos, numa ou outra altura, não acreditasse em seres invisíveis e fantásticos.É em especial nas ilhas britânicas que a crença é mais profunda e nas histórias dos séculos oitavo e nono, existem muitas referências a elfos e fadas, o rei dos elfos, Oberon, e a sua esposa, Titânia, aparecem em obras muito importantes da literatura medieval, tais como “Huon” de Bordeaux e “Sonho de uma noite de Verão” de Shakespeare.As histórias de elfos são várias, o poeta inglês William Blake afirmou ter visto certo dia uma procissão de elfos pelo seu jardim, carregavam o corpo sem vida de um deles sobre uma pétala de rosa, colocaram-no depois na terra e cantaram durante a cerimónia e depois desapareceram.Existem muitas outras historias e lendas, conta-se também como duas crianças foram uma vez descobertas num bosque, um rapaz e uma rapariga com a pele de cor verde pálida, assustados e sem compreender nada do que lhes era dito recusaram-se a comer até que se lhes apresentou um prato de feijão branco, aí eles comeram, sôfregos, e com o tempo eles habituaram-se à comida dos mortais mas o rapaz foi definhando aos poucos até que um dia morreu, a rapariga essa, sobreviveu aprendeu a língua dos homens e a sua tez perdeu a cor verde original e aí ela contou em como viviam num mundo subterrâneo em crepúsculo sem saberem o que era o dia e a noite e certo altura entraram num túnel guiados pelo som distante de um sino, quando chegaram ao exterior, ao ar livre em pleno meio-dia, a luz do sol deixou-os de tal forma assustados que caíram para o chão a gritar de pavor…As aparições de elfos e silfos na idade média foram tão grandes que o rei Carlos Magno e outros depois lhe seguiram, criou uma lei contra os elfos, fadas e outras manifestações, pois o povo vivia quase obcecado e tudo aquilo que lhes era desconhecido era atribuído aos seres feéricos.Mas há aqueles que preferem deixar os elfos viver nos mundos fantásticos como é o da Terra Média, os elfos de J.R.R. Tolkien e estes são os mais comuns que deram depois origem a uma grande variedade de elfos em outras literaturas de fantasia e mesmo jogos de tabuleiro como é o caso do famoso "Dungeons and Dragons", ou o jogo de PC "Warcraft". Tolkien inspirou-se nas lendas arturianas e Celtas, da antiga Inglaterra e criou os elfos da Terra Média, filhos de Iluvatar… (Galadriel, Legolas, Arwen, ...) A raça mais justa, mais sábia, mais ponderada. Imortais e sem idade, os elfos são as mais belas criaturas que se passearam pela terra, constantemente envoltas em luz.Mas será que estes seres mágicos existem mesmo? Eles vivem na literatura de ficção mas já foram reportados inúmeros encontros, mas a maioria destes encontros são apenas testemunhos oculares...Em 1932 uma múmia com perto de meio metro foi encontrada por mineiros que procuravam ouro no estado do Wyoming nos Estados Unidos, este pequeno ser tinha as pernas cruzadas e os braços no peito, um nariz espalmado e uma pequena testa.Foi analisada por raio-x e investigada, o departamento de antropologia certificou que a múmia na altura da morte deveria ter perto de 65 anos e era portanto genuína. Havendo no entanto alguns cépticos claro, que especularam o que poderia ser alguma criança com uma doença congénita que provoca parecenças de um adulto com pequenas proporções, mas infelizmente, ao fim de alguns anos o corpo acabou por desaparecer devido aos diversos "empréstimos" entre investigadores.Mas o que é interessante é que os nativos daquela região tem lendas no seu folclore sobre pequenas pessoas, o que nos faz pensar nem que seja apenas um pouco.E assim, tal como dizem algumas crenças locais nos diversos lugares do mundo, com o passar dos séculos os elfos e os homens distanciaram-se evoluindo em universos separados e paralelos e em que se encontram ocasionalmente, mas diz-se que um dia os elfos irão sair dos seus esconderijos e formarão uma nova aliança com os homens...
permalink

Fadas 2  escrito em segunda 11 maio 2009 10:00

Blog de sonhodefada :Fadas, Anjos, Bruxas,Magos e Seres Misticos., Fadas 2

Como reza a lenda existem vários tipos de fadas, algumas têm a nossa aparência e o nosso tamanho, outras possuem corpos de tamanho de crianças e outras no entanto não ultrapassam os 20-30 cm.Algumas são as aparições das antigas deusas pagãs e outras são espectros, como as Banshies da Irlanda, mas todas elas acabam por ser a manifestação da fantasia e da natureza.As Fadas são divindades da natureza, elas são parte das arvores, florestas e das flores...A palavra "fada" remonta-nos à Idade Média por volta dos anos de 1150, e é geralmente aceite que "fada" vem do latim "fatum", o destino e de "fata" o nome para a deusa do destino em latim.Para os Romanos, as fata eram as ninfas e silfos, entidades e divindades da natureza aos quais prestavam homenagem.A palavra fada foi assim avançando no tempo, o verbo latino "fari" que significa profetizar e que por sua vez origina do francês arcaico "faer" que significa enfeitiçar, e assim a palavra se foi transformando na nossa actual "fada".Os reinos imaginários, os territórios feéricos não são conhecidos por nenhum mortal, em alguns textos da Idade Média existem inúmeros locais de passagem para esses territórios, nos romances de fantasia é comum ver-se um cavaleiro a perseguir um cervo ou corça normalmente de cor alva, é um animal mágico que engana assim o cavaleiro conduzindo-o ao local onde se encontram as fadas, logo que o cavaleiro conseguia apanhar o animal, ele desaparecia ou transformava-se numa bela dama jovem e o cavaleiro pensaria ter encontrado a felicidade suprema, mas na verdade, caso ele não se acautela-se seria subjugado para todo o sempre...Um desses territórios feéricos, é por excelência a ilha de Avalon, onde segundo reza a lenda está sepultado o grandioso Rei Artur e onde apenas os seres feéricos e alguns cavaleiros que por sua pureza são dignos de entrar para essa terra maravilhosa e cheia de magia...No entanto as alianças com as fadas são possíveis, mas ficam sujeitas a condições que nós os mortais dificilmente conseguimos respeitar, aos nossos olhos essas regras parecem banais ou caprichos das fadas e assim transgredimos facilmente as regras perdendo todo o amor da fada encontrada…Por exemplo a proibição de chamar a fada pelo seu nome, evocar a sua presença a uma terceira pessoa, pronunciar certas palavras etc...À mínima falha a fada desaparece como também o seu amor.Há uma lenda bem evocatória destas regras, existe a historia de um fidalgo no centro de França que encontrou uma dama tão bela que quis casar logo com ela, essa dama obviamente era uma fada, e logo aceitou, mas com a condição de que ele nunca pronunciasse a palavra “morte”. O fidalgo aceitou logo, pois ele apenas agora só pensava na vida alegre que teria com a fada.Ele conseguiu manter a promessa e durante muitos anos ele viveu uma felicidade extrema, mas um dia, infelizmente a fada atrasou-se um pouco mais para se arranjar e ir ao encontro dele, ao chegar ele disse de repreensão. "– Senhora minha, seríeis uma boa mensageira da morte, pois levais muito tempo a desempenhar as vossas tarefas."Nisto, mal acabou de dizer a frase a fada deu um grito e desapareceu para todo o sempre …Outras das Fadas mais conhecidas são as Banshies, ás quais lhes cabe o papel de anunciar a morte e só algumas das famílias de alta linhagem ou pessoas dotadas para a musica são protegidas por estas fadas, pois a musica e a poesia são dons das fadas e quem possui estes dons é aparentado com os povos feéricos.Por vezes a Banshie assume a forma de uma virgem que morreu jovem ou pode surgir sob a forma de uma mulher envolta num sudário lamentando-se debaixo da sua cara tapada, também pode voar sob os raios da lua chorando amargamente e o choro desse espírito é o mais tenebroso que se pode ouvir em qualquer parte da terra, é o pressagio da morte...As Fadas foram também algo muito importante na cultura celta, eram divindades femininas, os antigos celtas representavam-nas muitas vezes como três mulheres tendo nas mãos flores e frutos, símbolos da abundância e prosperidade. As Fadas são fiandeiras do destino do mistério e da vida...Elas permanecem nas nossas vidas, em nós, quer queiramos ou não e tal como diz a frase de James Matthew Barrie em Peter Pan: "Cada vez que uma criança disser : "Não acredito em fadas", uma delas, em qualquer lugar, morrerá"Assim que deixarmos de acreditar nelas, elas morrem...

permalink

A origem das fadas  escrito em segunda 11 maio 2009 09:35

Blog de sonhodefada :Fadas, Anjos, Bruxas,Magos e Seres Misticos., A origem das fadas

É realmente bem difícil descrever a aparência de uma fada, pois elas vivem em um mundo paralelo ao nosso e segundo algumas pessoas que já as viram, dizem que para poder notar sua presença, temos que silenciar a mente, pois elas aproximam-se como uma suave melodia, ou mesmo um pequeno murmúrio.

Outra forma de percebê-las é quando de repente nos sentimos envolvidos com um doce perfume com uma fragrância indescritível.

 

Mas estas qualidades comuns ao mundo angelical podem confundir-nos e não saberemos discernir se estamos na presença de um anjo ou de uma fada. Só quando visualizamos a sua forma é que podemos diferenciá-los, dados que os primeiros adotam formas mais leves, mas apresentam-se com vestimentas mais corpóreas.

No caso das fadas, suas vestes possuem um grande diferencial: apresentam-se sempre ataviadas e cobertas por gases ou muselinas, quase transparentes com cores translúcidas, ocupando espaços fluídicos e seus graciosos corpos são esbeltos e femininos, possuem mãos alongadas, pés pequenos, tronco estilizado, cabelo com cor de arco-íris, que caem cobertos por véus transparentes. Algumas delas têm a cabeça coberta com uma touca cônica, muito parecida com a dos magos e como eles também utilizam varas mágicas com as quais produzem seus fenômenos.

 

Entretanto, a matéria da qual as fadas provêm é sutil e etérea, translúcida. Seu corpo é fluídico e pode se moldar com a força do pensamento. Sendo assim, a aparência dos seres feéricos, refletirá com freqüência as idéias pré-concebidas que deles já tenhamos.

Em virtude da natureza de sua estrutura corpórea, a fada pode também variar seu tamanho.

Teósofos que estudam este tema, afirmam que a função das fadas é absorver "PRANA", na vitalidade do sol e distribuí-la em nosso plano físico.

Desde os primórdios da civilização, segundo nos contam livros muito antigos, as pessoas estavam mais em contato com a natureza e seus fenômenos, essas fantásticas "presenças" faziam parte da vida cotidiana, instaladas nos bosques, nos arroios, na cozinha, na cabeceira da cama das crianças doentes, etc. Depois que o homem trocou o campo pela turbulência dos grandes centros urbanos, elas deixaram de ser ouvidas.

 

permalink

Como nascen as fadas  escrito em segunda 11 maio 2009 09:09

Blog de sonhodefada :Fadas, Anjos, Bruxas,Magos e Seres Misticos., Como nascen as fadas

É realmente bem difícil descrever a aparência de uma fada, pois elas vivem em um mundo paralelo ao nosso e segundo algumas pessoas que já as viram, dizem que para poder notar sua presença, temos que silenciar a mente, pois elas aproximam-se como uma suave melodia, ou mesmo um pequeno murmúrio.

Outra forma de percebê-las é quando de repente nos sentimos envolvidos com um doce perfume com uma fragrância indescritível.

 

Mas estas qualidades comuns ao mundo angelical podem confundir-nos e não saberemos discernir se estamos na presença de um anjo ou de uma fada. Só quando visualizamos a sua forma é que podemos diferenciá-los, dados que os primeiros adotam formas mais leves, mas apresentam-se com vestimentas mais corpóreas.

No caso das fadas, suas vestes possuem um grande diferencial: apresentam-se sempre ataviadas e cobertas por gases ou muselinas, quase transparentes com cores translúcidas, ocupando espaços fluídicos e seus graciosos corpos são esbeltos e femininos, possuem mãos alongadas, pés pequenos, tronco estilizado, cabelo com cor de arco-íris, que caem cobertos por véus transparentes. Algumas delas têm a cabeça coberta com uma touca cônica, muito parecida com a dos magos e como eles também utilizam varas mágicas com as quais produzem seus fenômenos.

 

Entretanto, a matéria da qual as fadas provêm é sutil e etérea, translúcida. Seu corpo é fluídico e pode se moldar com a força do pensamento. Sendo assim, a aparência dos seres feéricos, refletirá com freqüência as idéias pré-concebidas que deles já tenhamos.

Em virtude da natureza de sua estrutura corpórea, a fada pode também variar seu tamanho.

Teósofos que estudam este tema, afirmam que a função das fadas é absorver "PRANA", na vitalidade do sol e distribuí-la em nosso plano físico.

Desde os primórdios da civilização, segundo nos contam livros muito antigos, as pessoas estavam mais em contato com a natureza e seus fenômenos, essas fantásticas "presenças" faziam parte da vida cotidiana, instaladas nos bosques, nos arroios, na cozinha, na cabeceira da cama das crianças doentes, etc. Depois que o homem trocou o campo pela turbulência dos grandes centros urbanos, elas deixaram de ser ouvidas.

 

permalink

EXISTEM ANJOS  escrito em sexta 27 março 2009 08:28

"Enviarei um Anjo adiante de ti para te guardar no caminho e te fazer entrar no lugar que eu preparei"

Anjos existem? Sim, mas não só na forma romanceada e idealizada pelos pintores renascentistas, com asas e com feições infantis. A palavra anjo quer dizer mensageiro e designa algumas vezes a pessoa humana que faz as vezes de mensageiro.

Na Bíblia, usa-se a palavra anjo para designar os espíritos elevados que actuam como mensageiros divinos. Assim, Deus envia anjos para anunciar sua vontade, para corrigir, punir, ensinar, repreender, consolar, ajudar...

 

Existem anjos... que Deus manda,
e os põe no teu caminho...

aparecem no momento certo em que precisas,
mudando o teu destino...
e iluminando a tua vida...
Aparecem para ajudar-te em todo o momento...
dão-te forças quando te vêem fraco...

Anjos, que sabes que poderás contar com eles,
que cuidam de ti... ainda que estejam longe...

Anjos que com belas palavras te farão esquecer
dias infaustos de dor...
que contigo compartilham tristezas, alegrias...

E quando a ajuda é recebida...
Quando a ferida é fechada...
Eles se vão...
E tornam ao céu...
A bater as suas asas no infinito das estrelas.

 O anjos existem ? Claro que existem. Existem aqueles que estão pertinho de nós e que nos deitam a mão, que nos dão um sorriso, um abraço, que nos dizem uma palavra de carinho e de incentivo e existem os outros, que nós não vemos, mas que sabemos que eles estão lá… aqueles que acima de tudo...resgatam o nosso sorriso quando mais precisamos...

permalink
|

Abrir a barra
Fechar a barra

Precisa estar conectado para enviar uma mensagem para sonhodefada

Precisa estar conectado para adicionar sonhodefada para os seus amigos

 
Criar um blog